Como definir a pauta de conteúdo para blog

Por em

A plataforma dita se o conteúdo para blog será mais flexível ou não. Sendo institucional, tal flexibilidade ainda vale, porém, é preciso sempre ter em mente que se trata de uma ferramenta da própria empresa para se comunicar com seus públicos de interesse, bem como atender aos seus anseios.

Neste sentido, pare um momento e pense em qual público está mais propício a visitar o seu conteúdo para blog. É o mesmo que visita o site de sua empresa? É o mesmo que consome seus produtos ou serviços?

Para saber ao certo, verifique os dados de acesso do Blog e de seu site.

O Público segundo o Google Analytics

Ao acessar o Google Analytics de sua empresa, na barra lateral esquerda, procure por Público. Em Visão Geral, você encontrará itens que trata do local onde o acesso está vindo:

  • País
  • Idioma falado
  • Cidade
  • O navegador utilizado
  • Se é celular, qual o sistema operacional, a resolução da tela

Muitas informações que podem moldar uma campanha feita, mas, para o blog, se atente ao país e o dispositivo de onde acessa.

Ainda no item Público, clique em Públicos e você encontrará gráficos com a idade das pessoas que visitam seu site, o sexo e a categoria de interesse. Neste último, trata-se do que estas pessoas buscam na internet, por exemplo, esportes, eletrônicos, viagens.

O que acessam em seu conteúdo para blog segundo o Google Analytics

Dentro do seu Google Analytics é hora de analisar o que é mais acessado em seu site.

No menu lateral esquerdo, clique em Comportamento, abra o item Conteúdo do site e, em seguida, abra Páginas de Destino.

conteúdo para blog

Neste item você verá quais são as páginas mais acessadas e, a partir daí, poderá determinar com mais clareza os assuntos que sua audiência mais tem interesse. Nesta página, analise:

  • Página de destino que apresenta maior número de sessões
  • Taxa de rejeição
  • Duração média da sessão

Claro, aferir completamente todas as variáveis é o ideal, mas apenas estas já lhe dirão muita coisa.

Faça uma lista por assunto mais acessado (partindo dos que mais tem acesso, em ordem decrescente). Cinco assuntos já é o suficiente e poderá gerar mais pautas.

 

Pronto!

 

O público já foi identificado, os assuntos mais acessados também já foram encontrados.

A pesquisa confere com o que você tinha em mente? Não precisa responder aqui =)

 

Na sua lista de itens mais acessados, o que poderia ser destrinchado, ou melhor dizendo, o que poderia render mais artigos?

 

Como as pessoas buscam pelo assunto na internet?

 

Quando estamos imersos em um projeto ou uma empresa, sabemos como buscar pelo serviço ou produto que oferecemos na internet.

O que não levamos em consideração é a maneira como o cliente ou possível cliente realiza esta pesquisa. Então, volte uns passos para trás e tente pensar como seu cliente, se coloque em seu lugar. Como você, leigo do assunto, faria uma pesquisa? Que termos utilizaria?

Parece simples, mas não é. Como foi dito, é comum estar imerso ao seu projeto, por isso, torna-se muito difícil pensar como cliente.

Você precisará se esforçar para encontrar a palavra-chave que quer trabalhar no texto para blog. Já está definido possíveis temáticas para seu texto, agora, é necessário fazer uma lista com termos ou frases com que as pessoas buscariam por este assunto.

Somente liste.

 

O segundo passo é abrir o seu Google Adwords. Você irá pesquisar frase por frase e verificará quantas buscas por este tema existem, ou seja, é útil.

 

 

 

No menu superior do Adwords, clique em Ferramentas, em seguida, na coluna Planejamento, clique em Planejador de palavras-chave.

Coloque a frase no campo especificado e inicie a pesquisa. Se a frase for constantemente utilizada, ela irá aparecer na íntegra e ao lado a média de buscas mensais por ela. O conteúdo para blog deve se pautar nestes dados para que os textos sejam mais precisos e correspondam às expectativas dos leitores.

A palavra-chave deve ter relação com o tema do seu texto, claro. E agora é só escrever.

 

Se você não sabe como escrever, leia também Como qualquer pessoa pode escrever um artigo para blog que converta aqui.

 

Dicas para um bom texto

 

Percorrido todo este caminho, é a hora de escrever. Enquanto uma agência de Relações Públicas especializada em conteúdo, seguimos algumas dicas do livro Redação em Relações Públicas, de Marina Martinez Nunes.

 

  • Seja objetivo ao escrever.
  • Escreva de maneira clara. Isso ajuda a organizar as ideias de quem escreve e de quem lê.
  • Redija frases curtas, mas não sacrifique as ideias e o conteúdo para blog.
  • A precisão no que é escrito, aliada aos itens já dispostos aqui, evitam interpretações erradas.
  • O seu texto pode e deve ser harmonioso, seja coerente.
  • É possível ser educado e polido ainda que a mensagem a ser transmitida não seja agradável. É uma questão de prática.
  • Sempre revise seu texto. Pode ser uma nota, artigo, conteúdo para blog, release. Verifique se está claro, se a gramática está correta, etc. Se necessário, solicite que um terceiro revise.

 

E aí? Clareou as ideias? Conta aqui nos comentários o que achou!

Erica Ribeiro

Formada em Relações Públicas pela Fapcom, atuou por 8 anos no terceiro setor com comunicação na temática Segurança Pública. Hoje é responsável pela redação do Profissão Hoteleiro e Relações Públicas na Agência Clave.

Comentários